Meu Perfil
BRASIL, Centro-Oeste, NUCLEO BANDEIRANTE, Homem, de 20 a 25 anos



Histórico
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 05/06/2005 a 11/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Blog dos Mestres- Augustus, Solano e Meister
 Monergismo
 Blog do Daniel
 Igreja Presbiteriana da Alvorada
 Blog do André Diniz
 IvoneTirinhas
 Aprendiz de Escritora
 Blog da Raquel (irmã da Ivonete)
 Palavras...
 Limites e Possibilidades


Poesias e confissões de um nipo-reformado
 

Salva-me, Senhor!

Deixei-me guiar pela minha própria visão
E acabei caindo nas garras do engano
As trevas e a escuridão me cercaram
Flechas oprimem o meu coração

Não segui o conselho dos sábios
Mas me fiei em meu próprio entendimento
Sou prisioneiro de minha estultícia
Refém de meus erros e crimes

Grande é a minha culpa diante do Poderoso
Sou consumido pela vergonha de meus erros
Carrego comigo o peso de minha autoconfiança
Semeei o mal, justo é que colha a desgraça

Guia-me, Senhor, de volta ao caminho da retidão
Que tua sabedoria me conduza mais uma vez
Salva-me da cova que eu mesmo cavei
Livra-me da armadilha preparada por mim

Não confie eu em minha força ou razão
Reconheço minha teimosia e fraqueza
Minha estultícia e cegueira, o fracasso do meu ego
Que o Senhor seja a minha sabedoria e direção

Salva-me, Senhor, salva-me mais uma vez
Livra-me dos passos de morte
Para que eu possa louvá-lo pelo livramento
E glorificá-lo pela tua imensa misericórdia

Escrito por Helder Nozima às 18h56
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]